ACESSIBILIDADE NOS MUSEUS E CENTROS DE CIÊNCIAS DA CIDADE DE SÃO PAULO

Utilize este link para referenciar este recurso externamente: https://canalcederj.cecierj.edu.br/recurso/16880

  • Título: ACESSIBILIDADE NOS MUSEUS E CENTROS DE CIÊNCIAS DA CIDADE DE SÃO PAULO
  • Autor(es): Aline Oliveira Molenzani e Jessica Norberto Rocha e
  • Instituição: Fundação Cecierj
  • Área: Divulgação Científica
  • Disciplina: Artigos
  • Tipo: Documento
  • Nome original do arquivo: acessibilidade.pdf
  • Tamanho: 2.8 MB
  • Data: 31/08/2017
  • Código do Recurso: 16880
  • Descrição: O trabalho apresenta resultados da pesquisa que teve como objetivo principal identificar quais museus de ciências da cidade de São Paulo oferecem recursos para que as pessoas com deficiência possam visitar e participar de suas exposições. Tratou-se de pesquisa bibliográfica e documental, cujo corpus principal foram os museus e centros de ciências da cidade de São Paulo e a acessibilidade dos mesmos. Foram realizados estudos bibliográficos de publicações em revistas, periódicos e banco de teses e dissertações e legislações sobre a temática, além de uma visita técnica no museu de ciências mais visitado da cidade. Para a realização da pesquisa foi realizado um levantamento junto ao guia de Centros e museus de ciências do Brasil (ABCMC, 2015), da Associação Brasileira de Centros e Museus de Ciências, para que os museus de ciências da cidade de São Paulo fossem elencados. Em seguida, foi realizada uma pesquisa junto a página eletrônica doGuia de Acessibilidade Cultural da cidade de São Paulo (Instituto Mara Gabrilli, 2014), 2ª edição, para que os recursos de acessibilidade de cada um dos museus fossem localizados. É importante ressaltar que os dados fornecidos por este guia foram informados pelos próprios museus. Analisando-se os dados obtidos por meio desta pesquisa foi possível perceber que, dos vinte e dois museus de ciências da cidade de São Paulo, apenas nove declararam possuir algum tipo de acessibilidade para as pessoas com deficiência. Além disso, todos aqueles que fizeram esta afirmação, declaram ter a acessibilidade física. Após a análise dos dados, conclui-se que as ações de acessibilidade nos museus de ciências, embora existam, ainda são pontuais. É preciso que a legislação seja colocada em prática e que as adaptações para a superação das barreiras físicas, atitudinais e sensoriais ocorram para que seja realizado um trabalho de divulgação da ciência e da cultura para todos.
© Canal Cederj 2019